Publicado por: obrpresidio2011 | Junho 23, 2011

>Qual é a sua Profissão?

Publicado por: obrpresidio2011 | Junho 16, 2011

>Como sair do Deserto

>

Como já foi dito em outras postagens, cada um tem o seu deserto, e a saída do mesmo exige soluções distintas para cada um, mas para todos sem excessão, sabemos que será impressindível para a vitória uma manifestação de fé e atitude.

O exemplo de Moisés está aí, “estenda o cajado e marche” isso é revolta e atitude com a autoridade que nos foi dada.

Creia em Deus, este deserto tem fim, procure ouvir a voz de Deus para que Ele e somente Ele venha te guiar até a “porta” de saída. Quando confiamos em Deus, ainda que o mar esteja em nossa frente, cremos que ele irá se abrir, pois o nosso Deus é o mesmo ontem, hoje e será eternamente.

Ele agora está aí do seu lado, peça direção e siga nesse caminho.
Publicado por: obrpresidio2011 | Junho 15, 2011

>O Dia – a – Dia No Deserto

>

Ainda se tratando de Deserto, outro fato que deve ser observado no deserto são as vozes que ouvimos quando estamos passando por esse caminho doloroso. As forças do mal sabem perfeitamente que quando uma pessoa está no deserto ela fica um pouco mais vulnerável, e assim ele ( o mal ) busca diversas formas de fazer a pessoa cair de uma vez por todas, este mal não quer de forma nenhuma perder a oportunidade de aniquilar de uma vez por todas o servo que está no deserto, e acredite assim muitos e muitos caem no caminho e se afastam da presença de Deus no momento da tribulação. Como exemplo das vozes que nos atacam em nosso deserto individual, temos a tentação de Jesus, é exatamente daquela maneira que somos atingidos em nossos momentos de fraqueza ou de angústia, o mal vem sempre com uma sugestão milagrosa para resolver esse problema que só terá solução de estivermos firmes nas promessas de Deus. A sugestão do mal parece a melhor oportunidade para aquele momento, parece que vai dar tudo certo e que era exatamente isso que precisávamos para a mudança da nossa história.
A vozes do mal pode vir através de qualquer pessoa mas na maioria das vezes, são pessoas de nossa confiança que estão acima de qualquer suspeita que aparecem com a solução e essas pessoas podem ser; esposa, marido, filhos, amigos e etc. são sempre pessoas que estão com a maior da boa vontade em ajudar neste momento mas não sabem que aquele caminho ou aquela “solução” pode nos levar a ruína.
Estando no deserto, procure ficar calado, não divida seu deserto com pessoas que não estão na mesma fé que você pois não é para terceiros entender e sim para você!

Não olhe para o lado, creia no Senhor e Ele vai te salvar. Não olhe para o lado creia, mesmo que tudo pareça perdido,
” não abandoneis portanto a vossa confiança ela tem grande Galardão”
Publicado por: obrpresidio2011 | Junho 14, 2011

>O Dia – a – Dia No Deserto

>

Não são poucas as pessoas que neste momento estão passando por um deserto, seja ele de ordem física, sentimental, espiritual, familiar ou financeira a saber, o próprio Senhor Jesus foi levado pelo Espírito para o Deserto, outro exemplo é o povo de Israel que saiu da terra do Egito e foi conduzido para o deserto que a princípio era um caminho de 20 dias mais ou menos, mas esse povo passou andando no deserto por mais de 40 anos. E como explicar essa enorme diferença de tempo dentro do deserto que era para passar rápido. Israel andou em círculos durante todo o tempo que estiveram lá no deserto e essas voltas se deram pelo motivo de que o povo que seguia com Moisés, seguia murmurando, reclamando e chegaram ao ponto de preferir voltar a ser escravos novamente a seguir a direção de Deus que era ver seu povo liberto da escravidão.
Se você está passando por um deserto hoje, ou neste mês ou neste ano, saiba que reclamar e ficar se queixando não vai adiantar a sua saída desta situação, muito pelo contrário, isso pode aumentar e muito a tormenta no meio desta tribulação. Creiamos em Deus e Ele vai nos orientar a respeito do caminho para sair deste deserto o mais rápido possível.
Creia tudo passa!
Deus está aí contigo agora, peça ajuda e Ele como um raio virá em seu favor mas lembre-se,
Deus não trabalha para o que vê mas sim para o que crê.

IURD NO PRESÍDIO de deserto em deserto, mas também de Vitória em Vitória!

Publicado por: obrpresidio2011 | Junho 8, 2011

>VEC de Guarulhos estimula ressocialização de presos

>O juiz Jayme Garcia dos Santos Junior, da Vara das Execuções Criminais da Comarca de Guarulhos, participou ontem (6) de uma apresentação de teatro produzida por reeducandos da Penitenciária “Desembargador Adriano Marrey”. Presos que cumprem pena no regime semiaberto encenaram, no auditório das Faculdades Integradas de Guarulhos (FIG-Unimesp), a peça Sociedade x Cárcere. Na plateia também estava o secretário da Administração Penitenciária, Lourival Gomes. O espetáculo foi baseado na técnica do ‘Teatro do Oprimido’, criada pelo dramaturgo Augusto Boal, em que o público interage nas histórias. Os nove atores montaram o teatro-fórum baseado em experiências reais de opressão, como, por exemplo, a falta de oportunidade de trabalho para os egressos. O público pôde intervir nos rumos das histórias e encenar, junto com os atores, alternativas para a solução dos conflitos. “Estamos aqui para uma discussão importante. É uma peça interativa e essa proximidade e participação da sociedade, trazendo soluções, ajuda a enfrentar os problemas vividos por quem está na penitenciária”, disse Igor Rocha, educador da “Adriano Marrey”. O secretário da Administração Penitenciária agradeceu a reitora da FIG-Unimesp, Ossanna Chememian Tolmajian, por abrir as portas da universidade para a realização do evento e parabenizou atores e organizadores. “Essas nove pessoas representam os 176 mil presos do Estado de São Paulo. O que eles mostraram aqui é verdade. Mas, estamos trabalhando para melhorar a situação, construindo mais presídios e atuando na reinserção social”, disse. Lourival Gomes, ainda, destacou o trabalho do Judiciário em evitar prisões desnecessárias, com a aplicação de penas alternativas. “Hoje são 13 mil pessoas que prestam serviços à comunidade: pintam escolas, trabalham em asilos e abrigos, limpam as ruas… São pessoas que, se tivessem ido para a prisão, sairiam piores do que entraram”, afirmou. O juiz da Vara de Execuções concordou com as situações expostas na peça. “De fato as pessoas têm dificuldade para aceitar ex-presidiários”, disse. Ele aproveitou a oportunidade para falar aos detentos sobre a importância do bom comportamento na reinserção social. “Agora os senhores têm que reverter essa imagem ruim perante a sociedade. Precisam mostrar que aceitam o cárcere como punição e que vão buscar outra opção de vida. A luta para mudar a opinião da sociedade é árdua e nós estamos trabalhando para ajudá-los. Mas, os senhores têm que trabalhar também, e muito. Falta pouco para serem reinseridos, portanto, aproveitem as oportunidades”, disse o magistrado. Fabrício Silva, 24 anos, um dos atores, sabe disso. Há três anos ele cumpre pena e espera ansioso sua progressão para o regime aberto. “Fiz alguns cursos, entre eles de urbanização e capinagem. Estou no semiaberto, mas não posso sair porque ainda não tive uma oportunidade de trabalho. Quero muito um emprego, uma chance”, conta. O curso de teatro foi ministrado pelo diretor de teatro e coordenador pedagógico da Funap, Jorge Spinola, com o apoio do diretor técnico de trabalho e educação da penitenciária, Valdinei Araújo de Freitas, e do diretor da penitenciária, Antonio Samuel de Oliveira Filho. O elenco foi composto por Jefferson Camargo, Luis Carlos Dias, Rafael de Souza Tito, Roberto Olimpio da Silva, Radamés Matos, Wellington Lima, Demetrio Silva, Fabrício Silva e Emerson Ferreira.

Fonte: Assessoria de Imprensa TJSP – CA (texto) / DS (fotos) imprensatj@tjsp.jus.br






Página(s): 1 de 3

Publicado por: obrpresidio2011 | Junho 1, 2011

>Email enviado a uma pessoa que nos mandou um email pedindo orientação

>

Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. Mateus 7:2

Assunto: Perdão

Amiga, no trabalho do presídio nós aprendemos a pensar que as pessoas não são ruins, mas se tornaram ruins devido a algumas circunstâncias que as forças do mal causaram em suas vidas e em seu viver. Todos nós queremos acertar e quando erramos as vezes por orgulho, cegueira ou insistência, não somos humildes para reconhecer e voltar atrás para pedir perdão ou ajuda a Deus, ou mesmo fora do campo espiritual, pedir ajuda ás pessoas que estão do nosso lado sejam elas, pai, mãe, filho, amigo, esposa ou marido e é justamente essa falta de humildade para reconhecer que está errado ou que precisa de ajuda é que atrapalha as pessoas. O diabo por sua vez dita e rola escondido nesse pensamento, ele não deixa as pessoas perceberem que também são passíveis de erros e necessitadas de perdão como qualquer ser humano na face da terra, todos querem ser entendidos em um momento ruim ou de fraqueza, mas nem todos querem entender os momentos ruins e de fraqueza dos outros, e isso é a raiz dos males na terra, é hora de aprender a perdoar as falhas e os erros dos outros, imagine se nós Obreiros do Grupo de Presídio, simplesmente olhássemos as pessoas que lá estão como um todo que não quer ajuda e não quer nada com nada, como teríamos hoje pessoas nascidas de Deus lá dentro daquela delegacia ou dentro daquele presídio?.
Saiba que Deus perdoa a todos indistintamente, seja qual for o pecado e isso só é possível pelo amor de um homem que não tinha pecado algum mas se sacrificou pelo pecado de todos.

Hoje aprenda liberar perdão se você quiser se perdoada, e essa nova visão poderá abrir portas que aos seus olhos são completamente impossíveis de sarem abertas.

Deus te ilumine!

Se você quiser enviar-nos um e-mail fique à vontade: iurdnopresidio@r7.com
Publicado por: obrpresidio2011 | Maio 31, 2011

>O Poder das Palavras.

>

Veja este vídeo e pense se já não está na hora de mudar o seu modo de pensar!

http://www.youtube.com/get_player

Comente!!!

Publicado por: obrpresidio2011 | Maio 29, 2011

>Um exemplo do trabalho do Grupo de Presídio

>Nossa luta é assim, um dos nossos (filho de Deus), fica fraco e é terrivelmente atacado, mas nós orientados por Deus e pelos anjos, nos unimos e travamos uma verdadeira batalha pelos perdidos e atacados pelas forças do mau.

Os leões (forças do mau) estão a solta, mas os búfalos (pastores, obreiros e evangelistas), mesmo sabendo dos perigos desta batalha estão empenhados para resgatar aquele perdido, sem desistir pois sabemos da certeza da vitória.

Louvado Seja Deus!!!

http://www.youtube.com/get_player

Publicado por: obrpresidio2011 | Maio 28, 2011

>Confiar!! (enviado por e-mail)

>

Oramos, buscamos, clamamos, jejuamos. Mas será que isso é confiar??
Confiar é fazer tudo isso e agir sua fé materializada e se entregar no altar, pois quando nos entregamos no altar mostramos que confiamos em Deus .
Confiar é se lançar nas mãos de Deus e não se preocupar ou ficar se preocupando como ou quando vai acontecer o milagre.
Confiar é perseverar sem murmurar.
Confiar é deixar Deus no controle sem interferir no seu comando.
Confiar é deixar que nosso sonhos sejam os sonhos de Deus.
Confiar é agir a fé sem sentimento, pois fé com sentimento não funciona e sim a fé sobrenatural.
Confiar é defender sua fé das dúvidas lançadas pelo Tempo;
não olhe para as dificuldades, não deixe as palavras de dúvidas penetrarem em vc, o mau não pode impedir vc de conquistar,
se vc fez um PACTO com Deus sempre está agindo sua fé, não se preocupe CONFIE, pois quem fez a promessa é fiel pra cumprir.

“Não abandoneis portanto a vossa confiança;ela tem grande garladão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança,para que,havendo feito a vontade de Deus,alcanceis a promessa”.(Hebreus 10:35:36)

De FÉ em FÉ sempre.

Daniela Mamede

Publicado por: obrpresidio2011 | Maio 26, 2011

>Obreiro Aprovado – Lembrança e Receita…

>

Obreiro Aprovado

Grupo Logos

Você lembra quando foi
Que o Senhor o separou
Dentre todos os amigos,
Dentre os entes mais queridos?
E lhe encheu a alma toda de paixão tão desmedida
Pelas almas, pelas vidas,
Que não sabem pra onde vão?
Mas o tempo foi passando,
E a paixão se esfriou…

Óh meu Senhor,
Responda-me: Por que?

Você precisa se obreiro aprovado
E não ser acusado por ninguém.
Andar como meu filho andou
E amar com o genuíno amor
Que eu lhe dei. Mas…
Se me buscar na Palavra, de coração na palavra,
Eu dou-lhe Minha palavra:
Me achará, e aprovado será.

Older Posts »

Categorias